Here Is My Story

21 abr

Well children, quem diria. Seis meses passaram-se desde comecei a escrever for invisible people read, foi sofrido, tive dúvidas, pensei em cogitar a possível hipótese de desistir mais uma vez, mas sempre que olhava pra aquele céu of blinding lights parava e pensava: “WTF, just do it!”. Seis meses depois estou linda, bela e matriculada no meu tão sonhado curso de Comissária de Bordo, a escolha da escola foi menos pior do que pensei, adoraria fazer um comparativo enorme explicando cada detalhe de todas as escolas de aviação devidamente homologadas pela ANAC que visitei…it happens que fui apenas em duas, escolhi a que acabei fazendo a matrícula por indicação de um colega de ensino médio (oh boy, those days…) que veio conversar comigo e me indicou a Flight Brasil, que fica no Tatuapé aqui em São Paulo, bem próximo ao shopping. Além dessa indicação dele outros fatores me ajudaram na escolha, o preço, que achei bem convidativo, apesar do exame do HASP não vai ser uma quantia que vai me deixar sem comida ou roupa pra vestir nos próximos meses #DramaQueening, a localização também me ajudou muito, moro em outra cidade, na região metropolitana, não é exatamente ao lado da minha casa, mas facilita bastante o deslocamento casa/estudo/trabalho por ser extrema e ridiculamente perto da estação de metrô Tatuapé que não é tão perto do mundo as it seems. Enfim, a localidade é boa, a infraestrutura da escola também, tudo bastante organizado e claro, fui muito bem atendida, me esclareceram absolutamente tudo não que eu tivesse dúvidas.Conciliar trabalho, curso e a vida social que eu penso que tenho mas I don’t vai ser complicado, mas como todos sempre me falam, quando é por algo que realmente queremos, corremos atrás e conseguimos, não importa o quanto vamos ter que nos esforçar. The point is, dia 7 de maio é nóix lá na Flight Brasil e quem sabe no dia 7 de maio de algum ano por aí é nóix lá na KLM indo pra Dublin e ok parei do sonhando demais for now. Então você, caro colega amistoso que lê este post, além de pensar na tradição da escola, considere outros fatores como eu, procure a indicação de alguém, escolha uma escola de aviação homologada (PELOAMORDEDEUS) e será bem mais fácil do que você pensa chegar a tal decisão.

E pra finalizar, achei bonitinho e vou postar, risos.

Image

Anúncios

O que é necessário para se tornar Comissário(a)?

11 out

Comissários são basicamente agentes de segurança que atuam em voos, gerenciando o comportamento dos passageiros, e em casos extremos auxiliando em procedimentos de evacuação e primeiros socorros. Porém, como acidentes felizmente não são comuns, realizam serviços de bordo oferecidos pelas companhias.

Porém, como qualquer outra profissão existem requisitos a serem exigidos, neste post vou falar um pouco sobre os mesmos.

  • Idade mínima de 18 anos (ou completar até a data de conclusão do curso).
  • Ter altura entre 1,60 e 1,80 m (mulheres) e entre 1,65 e 1,85 m (homens).
  • Realizar inspeção de saúde no Hospital da Aeronáutica para obter o certificado de capacidade física de 2ª classe (CCF).
  • Realizar o curso teórico de Comissário de Voo em escolas homologadas pela ANAC, e completá-lo com aproveitamento.
  • Realizar o exame da ANAC e ser aprovado.
  • Ter concluído no mínimo 14 horas de voo de operação em rota para consolidação dos conhecimentos e habilidades. (é uma espécie de treinamento remunerado oferecdo pelas empressas aéreas, variam entre 14 e 27 horas.)

Uma segunda língua, como o espanhol ou o inglês são um diferencial na hora da contratação,  apesar de não ser exigido, aí depende de cada um mostrar o interesse por uma segunda língua e investir seu tempo e esforço!

An Open Ending

11 out

Primeiro post, daqui há um tempo provavelmente vou rir disso. Iniciei o blog para contar minha experiência como Comissária de Bordo, uma paixão desde que me mudei para São Paulo e passei a morar perto do Aeroporto de Congonhas. Não falarei apenas de como tudo é maravilhoso ou de como não estou afim de trabalhar hoje, vou começar da estaca zero. Isso mesmo,  zero. Quero registrar aqui os dilemas, os medos, as dúvidas e porque não, as respostas sobre essa profissão maravilhosa.

De agora em diante vocês sei que não tem ninguém lendo, não precisa me lembrar irão adentrar no mundo de uma adolescente não tão afim de fazer faculdade procurando a profissão of a lifetime, espero voltar daqui há alguns meses. com os meus dezoito anos finalmente completos, dividir minhas experiências desde os primeiros passos, como por exemplo a escolha da escola e os critérios utilizados para tomar minha decisão, esperançosamente, com um pouco de bagagem para compartilhar também espero ter alguém lendo até lá. E quem sabe, ajudar pessoas que, como eu, enfrentarão turbulência nesse voo.

Fasten your seat belts!